bE mY gUesT

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Um Outro Alain...

Alain Ducasse... Esse fez escola mesmo, literalmente. Sua École de Cuisine em Paris está pra gastronomia, assim como a Berklee College of Music para a música... Duas artes, duas escolas. Ambas de alto nível.
Já estou de olho nele faz tempo. Afinal, não é a toa que um chef consegue chegar à uma constelação de catorze-estrelas, my deep respect.
Além do mais, Alain Ducasse é um empresário de mão cheia, pois orquestrar 21 restaurantes onde trabalham 1.400 pessoas pelo mundo, não deve ser muito fácil. Só em Paris são 10 casas sob sua batuta.
Eu venho evitando os famosos restaurantes estrelados pelo guia vermelho Michelin (duas e três estrelas...) porque, numa cidade como Paris, a gente não precisa pagar por talheres de prata nem por toalhas de linho e muito menos aturar garçons esnobes pra comer bem.
Abro algumas exceções, vindas de dicas de amigos etc... Geralmente me arrependo. Mas veja o que eu ouvi, de um chef importante e erudito no assunto: "Na França, em geral, vale a pena conhecer os restaurantes que tem apenas uma estrela pois a equipe estará dando todo o combustível pra conquistar a segunda estrela. Não são caros e a comida sempre maravilhosa..."
Foi com isso na cabeça que no ano passado eu fui conferir o Aux Lyonnas (espetáculo!!) e dessa vez fui parar no Benoit, outro bistrô "Ducasseano" com apenas uma etoile.
Mme Flottante, uma séria apreciadora de cassoulet, se esbaldou. Claro, no Benoit tem um dos melhores de Paris... é um dos orgulhos da casa.
Dizem que a primeira impressão é a que fica... Pois bem, os aspargos que pedi na entrada (primeira foto lá em cima..) marcaram à ferro na minha memória a imagem do Benoit. Os gougères, aqueles pãezinhos de queijo franceses (de queijo Gruyère, derretem na boca...), também ajudaram muito a concretizar esse fato.
Enquanto Camîlle se deliciava entre as brancas favas de feijão que envolviam a suculenta carne de pato em seu prato, eu esquecia do mundo por conta da seriedade do Joue de Boeuf d'Aubrac, que vem a ser a bochecha do boi, uma carne de textura tão tenra que dispensa a utilização da ferramenta cortante oficial, a faca (e o molho?!)
Dividimos uma torta de limão que, exposta à dois metros de distância da nossa mesa, parecia me encarar durante todo o almoço... A vida, ao menos em Paris, tem seus momentos corretamente doces...

Benoit
20, rue Saint-Martin 75004, Paris
tel: (01)4272-2576
métro: Châtelet

9 comentários:

  1. carlos eduardo pinho10 de dezembro de 2010 08:54

    Que bom que você gostou do Benoit que considero um dos melhores restaurantes, tanto pela comida como pelo ambiente discreto e acolhedor. O cassoulet é imperdível. Conversamos sobre ele lá no Solar do Império.
    Que bom que gostou! Grande abraço
    Carlos Eduardo Pinho
    PS. Quanto às indicações do Guia Michelin, se você se concentrar na qualidade dos pratos, basta olhar só a quantidade de estrelas. A qualidade do ambiente, toalhas, talheres etc. está indicada pela quantidade de talheres. Quase sempre há uma relação entre ambos mas não necessariamente e isso fica patenteado no Guia Michelin de Tokio. Grande abraço. Não se esqueça de ir ao Zekitchen Galery.

    ResponderExcluir
  2. Querido Cadu,
    grande prazer ler suas palavras aqui.
    obrigado pela correta leitura da forma de ler o Guia Michelin que vem sendo uma grande referência pra mim.
    Minhas experiências pelo interior da França são as melhores possíveis. Em Paris, quebrei minha cara umas duas ou três vezes em restaurantes de três estrelas... O preço não parecia justificar o resultado, que ainda sendo maravilhoso, ficava com minhas referências do interior da França que me fizeram a cabeça. Resumo: ando com medo de muitas estrelas na capital francesa (pelo meu bolso mesmo...).
    Mas, como você viu no meu texto, uma estrela é o que eu mais busco em Paris (me perdoe, posso estar errado...)
    Quanto ao Ze Kitchen, fui, adorei sua indicação. Inclusive escrevi um texto sobre minha experiência:
    http://alaingouste.blogspot.com/2010/11/ze-kitchen-galery-paris.html

    aprareca sempre por aqui Cadu!

    forte abraço

    Alain G.

    PS: quero combinar com você uma degustação daquele vinho da borgonha que eu comprei uma cota da produção.

    ResponderExcluir
  3. Eu gosto do blog e as receitas, é muito rico, convido-vos a minha saudação de VIGO ESPAÑA . MARIMI

    ResponderExcluir
  4. A yummy and interesting blog. Great ! I only wish I could understand more than a few words. Have a wonderful day :)

    ResponderExcluir
  5. Setty
    please, be my guest. You are so welcome.
    words? just relax... :))
    greetings from Rio
    Alain G.

    ResponderExcluir
  6. torta de limão com aquele suspiro...olhando pra vc...irresistivel!! é dos deuses!!! Mon dessert préféré !!! :0)

    ResponderExcluir
  7. I suddenly got very very hungry!:)
    Nice blog!

    ResponderExcluir
  8. Ton blog est sympa, et toute ces photos me donnent trop faim...

    Merci de me suivre!
    A bientôt :) xxx

    ResponderExcluir